Página oficial do Turismo de Alagoas
Cover
3 dias para curtir Maceió

3 dias para curtir Maceió

Um mar azul cristalino, coqueirais que enfeitam toda a costa, sol – quase – o ano todo, faixa de areia clara e úmida, tudo isto em uma orla extensa, moderna, bem estruturada e movimentada. Não à toa, é considerada a mais bonita do Brasil. Assim é Maceió. A capital alagoana é um paraíso que mistura o melhor do Nordeste: belas praias, piscinas naturais, passeios incríveis, comida boa, rica cultura e muita diversão.

Curtir a vida ao ar livre, em meio a natureza, por aqui sempre foi a melhor opção, muito antes de ser uma necessidade. Em um roteiro de três dias é possível conhecer os principais pontos turísticos da capital alagoana e as praias mais bonitas nos arredores da cidade. Segue o fio:

1º Dia: curta a orla mais bonita do Brasil

Tire o primeiro dia na cidade para curtir a orla e suas três praias urbanas: Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca. Essa opção vai te proporcionar curtir um belo dia de praia com fácil e rápido acesso a restaurantes, beach clubes, bares, bancos, feiras de artesanato e quiosques gastronômicos.

Comece por Pajuçara, fazendo o passeio às piscinas naturais, que ficam a 2km da costa. O passeio até lá é realizado durante a maré baixa em belas jangadas tradicionais que ficam à espera dos turistas ao lado da Balança de Peixe, na orla mesmo. O passeio leva duas horas, são quinze minutos de travessia até às piscinas. Por lá é possível nadar entre os peixes, conhecer os corais e curtir o visual e a sensação de estar em alto mar e ver a cidade ao fundo, inesquecível.

Na Ponta Verde, a faixa de areia mais badalada da cidade, a pedida são os passeios de caiaque, stand up paddle e windsurfe. Na maré baixa, é possível caminhar por bancos de areia por mais de um quilômetro até a Pedra Virada e o Farol da Ponta Verde, o que rende uma aventura inesquecível e belíssimas fotos. Provar uma água de coco ou um drink nos bares de praia é indispensável. Já a Jatiúca vale a visita para quem curte surfar. Com um mar mais agitado, a praia tem boas ondas durante todo o ano.

À noite as opções são muitas, curtir a orla comendo uma tapioca tipicamente alagoana, bem recheada e cheia de sabor nos quiosques à beira mar, ou conhecer um restaurante típico e provar comidinhas nordestinas como cuscuz, escondidinhos e o famoso sururu. Para quem curte badalação, o bairro da Jatiúca com a avenida conhecida como “Amélia Rosa” e seus arredores é a melhor opção, com muitos bares, restaurantes e casas de show.

 

2º Dia: Praias do Norte e Pontal da Barra

Já no segundo dia, aproveite para conhecer as praias do Litoral Norte de Maceió. De Cruz das Almas até Ipioca são mais de 20km de praias belíssimas com características distintas. Cruz das Almas e Jacarecica são o paraíso dos surfistas por causa do mar mais agitado e é point para curte esportes por contar com ciclovia, pista de corrida e quadras de vôlei e futevôlei.

Seguindo ao Norte estão Garça Torta, Riacho Doce e a praia da Sereia, as três com características semelhantes: mar mais calmo, areias claras e fofas, extensos coqueirais, verdadeiros paraísos intocados. Todas contam bares de praia e restaurantes, mas sem muita agitação e barulho, a pedido por lá é curtir a natureza. Na última, não deixe de caminhar até a estátua da Sereia, que dá nome ao local, instalada no arrecife de corais.

A última praia ao Norte de Maceió é a bela Ipioca. Considerada um dos cantinhos mais charmosos da cidade, a praia é uma ótima pedida para quem quer desacelerar o ritmo e curtir uma boa dose de silêncio, natureza, sombra e água morna. Abriga algumas pousadas, bares agradáveis, clubes de praia e restaurantes de bom padrão.

Ao fim do dia, aproveite para conhecer mais do artesanato local, conhecendo o bairro de Pontal da Barra e sua rua das rendeiras, na área Sul de Maceió. À beira da Lagoa Mundaú, o charme e a beleza do local são únicos. Aproveite para conhecer mais do artesanato alagoano, o famoso bordado filé, entre outros, e comprar souvenires e recordações da viagem. O pôr do sol é imperdível, capriche nas fotos.

3º Dia: Arredores de Maceió - Francês e Gunga

Já o terceiro dia de viagem, a sugestão é conhecer as praias mais badaladas e próximas de Maceió: Francês, em Marechal Deodoro, e Gunga, em Roteiro. A primeira fica a 20 km da orla da capital e o trajeto de carro não leva mais de 30 minutos via AL-101 Sul. O cenário é paradisíaco: uma vila cheia de charme, com uma bela orla e uma praia de águas claras e calmas que, em maré baixa, é uma grande piscina natural por conta da barreira de corais próxima da costa.

Mais à direita da praia do Francês, o cenário muda, mas segue igualmente belo. Com o fim da barreira de corais, o mar fica mais agitado, perfeito para quem surfe e natação. A região conta com vários bares de praia, com esteiras confortáveis na areia, para quem curte tomar um sol, um banho de mar e ainda beber uns drinks e ouvir uma boa música. O sunset por aqui é famoso, com a galera mais jovem reunida para admirar o pôr do sol curtindo uma vibe gostosa.

Seguindo em direção Sul, pela mesma via AL-101 Sul, está a belíssima praia do Gunga – já eleita diversas vezes uma das mais bonitas do país - onde a parada no Mirante, logo ao chegar, é obrigatória. Em meio a uma fazenda de coqueiros, a vista do alto é incrível. Meia horinha por ali para curtir a vista e fazer umas fotos é suficiente, depois é descer e conhecer os inúmeros atrativos da praia sem esquecer o melhor deles: as falésias, grandes formações rochosas à beira mar que deixam o cenário ainda mais encantador.

Para conhecê-las tem duas opções de passeio: buggy e quadriciclo. O passeio segue em meio aos coqueirais beira a mar até chegar às falésias. São três paradas para fotos e curtir a natureza. Aproveite, suba nas falésias, curta o visual e abuse das poses. O passeio termina ao fim das falésias, onde uma lagoa de água doce se aproxima do mar. O banho na lagoa é liberado, o banho de mar há períodos que não é possível por causa da desova das tartarugas na região.

Na volta a Maceió, aproveite para conhecer o Circuito Alagoas Feita à mão, um conjunto de quatro obras instaladas em pontos turísticos da capital em homenagem a mestres artesãos do Estado. Faça a primeira parada na estátua do “Leão”, no Pontal da Barra. A obra é uma reprodução das famosas peças do mestre artesão André da Marinheira. Em seguida visite o “Boi” do Mestre João das Alagoas, instalado na praia da Avenida, ao lado do Memorial da República, que também vale visita. A terceira obra é a “Sereia”, do Mestre Zezinho, que enfeita a praia da Pajuçara. Encerre o dia e o tour no “Beijo”, de Dona Irineia, na praia de Jatíuca.

Passeios: custos e informações

  • Caiaque, standup padlle e windsurfe:

São comercializados por prestadores de serviço na faixa de areia. O preço varia entre 40 e 100 reais por pessoa, a depender da modalidade e do tempo de utilização do equipamento.

  • Passeio às piscinas naturais de Pajuçara:

Fornecido pela Associação de Jangadeiros da Pajuçara, o serviço é contratado no local com o jangadeiro e tem custo de 40 reais por pessoa. São 4 pessoas por jangada, no máximo.

  • Entrada Mirante do Gunga:

De propriedade privada, o custo para subir ao Mirante do Gunga é uma taxa de manutenção de apenas R$ 2,00 reais.

  • Passeio às falésias:

São comercializados por prestadores de serviço na faixa de areia, logo na entrada da praia. O preço varia entre 40 e 100 reais por pessoa, a depender da modalidade.

 

 

Nossa newsletter

Cadastre-se e receba nossos informativos com as principais novidades e destaques

Turismo Alagoas
Siga-nos Youtube Turismo Alagoas Instagram Turismo Alagoas Facebook Turismo Alagoas